terça-feira, 6 de outubro de 2009

Fátima

No meu fim de semana grande aproveitei para ir a Fátima, já não ia lá á vontade á uns bons dez anos a correr bem.
Quando contei a uma amiga que ia lá, ela disse que tinha estado lá á pouco tempo e no correr da conversa também disse que sentia uma coisa diferente quando lá estava, que realmente havia qualquer coisa especial.
Lá foi a Joaninha á procura da sensação diferente, quando cheguei lá tudo muito bem a começar pelo cheirinho a frango que se fazia sentir Ora toca a ir para o recinto, ver a igreja nova... Até aqui nada de sensações. Quando entrei mesmo no santuário tive uma sensação realmente, mas não foi de todo agradável. Deu-me um nó no estômago só de ver aquelas pessoas a irem de joelhos por aquele corredor fora, com uma cara que transmitia exactamente o desespero que elas estão a sentir. Não gostei, não tive sensação nenhuma de paz, apenas tive o cotovelo de uma idosa na minha barriga para passar á minha frente.
Fátima é paz para alguns, para mim não. Para mim estar em paz implica estar rodeada de bons pensamentos e sentimentos, em vez estar rodeada de tristeza e desespero.

3 comentários:

•°o.O. Pintas.O.o°• disse...

és cá das minhas!

Mineiro disse...

Acendeste uma velinha por mim? :)

JU disse...

Acendi sim sr. Mas lamento não pedi nada material :)