sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Até que enfim!

È com muito agrado meu que finalmente o casamento civil vais ser permitido entre casais homosexuais.
Finalmente vai-se por a nu uma situação que existe, que é real e teimava em estar na penumbra. Vão se responsabilizar os casais homosexuais, a partilha de direitos e obrigações vai ser uma realidade para estes casais.
È um pequeno passo, é certo, vai continuar a existir discriminação mas também não pode andar tudo á velocidade da luz. Devagar se vai ao longe. Espero que seja o primeiro passo para muitos que aí vêm.
È um primeiro passo para os homosexuais se deixarem de esconder e poderem assumir sem tantos receios o que os faz felizes.
É dever dos nossos dirigentes tornar o nosso país o mais justo possível e isso foi cumprido.

7 comentários:

Mineiro disse...

o problema é que esses paneleiros vão começar a querer adoptar crianças!

Gostas de ter dois pais ou duas mães?

são crianças que vão ser gozados na escola! :\

JU disse...

Ficou bastante explicito que isso não vai ser possivel.
E eu até concordo simplesmente pelo facto da sociedade marginalizar as crianças não porque eu ache que eles não seriam capazes. Obvia/ não todos mas também nos casais heterosexuais existem perfeitos imbecis que têm crianças.
Mas não é preciso ter medo porque eles não podem adoptar.

Filipe Salgado disse...

Eh là... Sinto k sou sempre o último a saber das coisas... Um blog de cuskisses... Isso parece interessante!?!? (",)

Qto ao tema, porque raio é k insistem em chamar a isso casamento...? Evitava-se uma carga de preconceitos se se chamasse apenas: uniões de facto...

Simples ;)

Maria disse...

Agora é que dissest tudo :)

•°o.O. Pintas.O.o°• disse...

Bolas Joana, casamento é a união de duas pessoas de sexo diferente. Se são coisas iguais, no máximo, chamem-lhe pares (como os pares de meias). Já agora, depois de casados, quando um(a)delas morrer tambem os vão chamar de viuvos(as)????

Anónimo disse...

Olha eu tebho a unica opinião que tenho é que é bom para o turismo!!!

JU disse...

Sinceramente em quê que interfere na tua liberdade ou existencia,o que eles fazem ou deixam de fazer. Qual é o mal de terem viuvos no BI. Por acaso não estas a dizer que eles sofrem menos se o companheiro morrer do que se fosse uma pessoa heterosexual...
A mim não me aflige em nada, obviamente que me choca a proximidade fisica deles porque realmente ainda não estou habituada. Mas isso é problema meu.
Eu so acho que isto vai favorecer a sua inserção, os lugares unica/ homosexuais, que basica/ se destinam á procura de companheiros e sexo vão ser mais reduzidos já que eles andam mais assumidos na sociedade. Por isso só vejo pontos positivos.
Mas isso sou eu.