sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Eu ainda acredito...

Mas o quê que se anda a passar? Será por estar frio, será que as pessoas se estão a deixar levar pela crise e andam arrasar o seu estado de espírito.
Ora se numas alturas é só ouvir falar em casórios, em outras é só ouvir falar em discussões crises e divórcios.Eu até acho que tenho uma ideia bastante dura do casamento. Mas começo a achar que não é dura o suficiente.
Uns querem ter filhos e não podem, ora outros podem mas um não quer, ora um quer morar numa casa mas o outro tem medo e quer um apartamento.Um quer casar daqui a um mês outro daqui a um ano.
Ou sou eu que levo muito a sério esta coisa do ajuntamento ou as pessoas é que são umas corajosas do caraças e lançam-se com uma força que a mim que choca.
Acompanhei um divórcio de perto e eles são loucos. Espero não acompanhar um muito brevemente porque esses são me mesmo queridos.
Esta coisa do csamento anda-me a assustar. È que eu já sei que vou ter que ceder, eu já sei que vou ter que fazer coisas que em casa não faço, já sei que vou sentir falta da minha caminha e do meu sossego. Já sei que se tiver filhos eu não vou prender ninguém muito pelo contrário até a nossa relação vai ficar mais distante.
Eu sei tudo isso e sempre disse e digo ainda que estou disposta a ir para a frente porque tenho a certeza que vai valer a pena ao fim de 10, 20 ou 30 anos. Mas quando vejo alguns casamentos a abanar, outros a acabar e histórias de comportamentos ridículos, eu começo a ter muito medo.
E ontem ouvi uma coisa que ainda me pos mais a pensar porque veio de uma pessoa casada e com filhos " se fosse hoje tinha-me juntado e não casado"
Ora alto e para o baile. Mas onde está a diferença? Temos menos esperança e vontade que tudo dê certo se nos juntarmos a alguém, do que se nos casarmos. Isto para mim é muito estranho penso que a dor da separação será a mesma não?
Alguém que lê o blogue é divorciado, ex-junto,casado ou junto?
Expliquem-me onde reside a diferença.
Com estas questões e ainda mais algumas eu vou arriscar-me a dizer que o que eu tenho vale a pena, casado ou junto eu acho que vou ser feliz. Mas eu sei que vou estar lixada, eu sei que o dinheiro vai ser problema, sei também que aturar-me á vezes é f***. Mas também sei que depois vem um dia, um momento que compensa os outros vinte que estão para trás.


Happy Valentine´s Day!


4 comentários:

Anónimo disse...

Tôi yêu bạn!

mané

JU disse...

عشق به شما



Olha dá para fazer uma tatuagem. :)

Mineiro disse...

oh... é pena que ainda não tenham inventado translators! :p

Seus Lamechas!!!

JU disse...

Jy 'weer nuuskierig en wou kom te vertaal wat ons kon skryf. Liked die taal wat ek gekies het vir jou?