segunda-feira, 3 de maio de 2010

E chegou a queima...


È sempre nesta altura que mais sinto saudades de andar na faculdade. Se me perguntarem se tenho saudades de chegar a casa á quatro da tarde e ficar de papo para o ar até á noite, ou de ficar na esplanada apanhar sol durante uma manhã ou tarde inteira obviamente que respondo que sim.
Mas não consigo dissociar esta imagem de boa vida com o sufoco que passei para acabar o curso num tempo decente.
Quando chega a altura da queima é sempre a altura em que eu fico com um ligeiro aperto na barriga. È que ver uma cambada de gente a gritar na televisão faz todo o sentido para mim que tive lá.
Foram noites mesmo muito divertidas e honestamente foram as bebedeiras mais gratificantes que apanhei.
Mas se me dissessem agora para ir dizia imediatamente que não por várias razões.
Não vou com as mesmas pessoas, não vou com o mesmo espirito, e não quero estragar uma memoria tão boa.Adorei!

4 comentários:

•°o.O. Pintas.O.o°• disse...

Grandes queimas.....e tantas... (sim, que eu não tirei o curso num tempo decente lolololol)

Mineiro disse...

tambem não tirei o curso num tempo "decente"...devia ter ficado lá mais uns anos! :)

Ontem voltei a queima: Não fui com as mesmas pessoas, não fui com o mesmo espirito, e não estraguei as boas memorias. Adorei! fui pela primeira vez por causa de um concerto e não me embebedei. Fiquei com pena de já não pertencer aquele grupo de pessoas e de não poder ficar la a curtir ate ao fecho!

Enfim... continua espectacular :)

JU disse...

Pois imagino que continue...
Realmente quando escrevi isto nem me lembrei dos concertos e realmente isso parece-me uma boa razão para ir lá. Ontem era Franz ferdinand certo?

Mane disse...

Hoje lembrei me que era o dia do cortejo,grandes momentos, mas fazem parte do passado, hoje era incapaz de lá ir, para além de me faltar ritmo, falta tambem a equipa fantastica que me acompanhou!Ficam memórias, alguns problemas de estomago e danos no cerebro:)