quinta-feira, 14 de julho de 2011

Chamem-me rancorosa...

Nunca mais vou gostar do miúdo que mora aqui em frente ao meu escritório. Um dia que esteja a chorar em frente a casa ao frio e à fome eu nem vou parar. Uma criança que atira coisas a um gato que está nitidamente ferido/gravida/meio morto porque nem se mexe, que o calca inclusive, que lhe põe uma piscina de plástico em cima e lhe dá com uma pá não pode ser um bom menino. E arrisco dizer que mesmo em adulto algumas demências se manterão.

2 comentários:

Crente disse...

Credo! E ninguém lhe dá uma lambada??

JU disse...

Era não era?